quinta-feira, 5 de maio de 2011

A RECICLAGEM DA BITUCA DO CIGARRO


     Reciclagem, é um conjunto de técnicas que tem por finalidade aproveitar os detritos e reutiliza-los no ciclo de produção de que saíram. É o resultado de uma série de atividades, pela qual materiais que se tornariam lixo, ou estão no lixo, coletados, separados e processados para serem usados como matéria-prima na produção de novos produtos.
     O retorno da matéria-prima ao ciclo de produção é denominado reciclagem, embora o termo já venha sendo utilizado popularmente para designar o conjunto de operações envolvidas. O vocábulo surgiu na década de 1970, quando as preocupações ambientais passaram a ser tratadas com maior rigor, especialmente após o primeiro choque do petróleo, quando reciclar ganhou importância estratégica.
     As indústrias recicladoras são também chamadas secundárias, por processarem matéria-prima de recuperação. Na maior parte dos processos, o produto reciclado é completamente diferente do produto inicial.
     No caso das bitucas de cigarro, o PROGRAMA BITUCA ZERO, adotou a reciclagem baseada na "reutilização", aonde todo o resíduo do cigarro é reaproveitado com um novo sub-produto.
     A bituca é composta por três partes distintas: os restos do tabaco, o papel e o filtro (acetato de celulose).
     Uma vez separados pelo processo mecânico, todo o resíduo é colocado em um biodigestor de rápida ação. Alí, as bactérias irão se alimentar de todos as substâncias tóxicos que fazem parte da bituca, em um processo que leva aproximadamente 90 horas.
    

     Uma vez "limpos" os residuos são separados em dois grupos: o primeiro, os restos de fumo e os papeis, serão utilizados como fertilizantes e, diga-se de passagem, ótimos fertilizantes. O segundo grupo, os filtros, farão parte de uma manta de sustentação para o processo de hidrosemeadura em áreas degradadas, como laterais de estradas ou campos de passivos ambientais, recebendo posteriormente sementes e os fertilizantes da decomposição do papel e do tabaco.
    
     Assim, o PROGRAMA BITUCA ZERO, consegue reutilizar todo o resíduo de maneira ambientalmente correta e com uma destinação segura e útil à sociedade e ao meio ambiente. Assim, cada vez que um novo cliente torna-se um participante desse programa de gestão ambiental, estará seguro de que todo o resíduo coletado, não será descartado em aterros sanitários ou, em outras áres de depósitos irregulares.